Guia de Clínicas de Recuperação
telefone clinica de recuperacao

No Brasil, 90% de todas as injeções de drogas envolvem cocaína.

No Brasil, 90% de todas as injeções de drogas envolvem cocaína.

* Entre em Contato.


* Nome


* Email


* Telefone


* Mensagem


Página inicial > No Brasil, 90% de todas as injeções de drogas envolvem cocaína.

Autor: Guia de Clínicas / Data: 06/04/2018 - 11:09:54

A cocaína já estava sendo consumida em 1910, mas seu uso se espalhou rapidamente nos anos setenta e, no final da década, começou a ser injetado.

 A cocaína é barata porque existe uma grande oferta disponível e porque o mercado é competitivo. Um grama custa apenas 10R $ (40FF), o que ainda equivale a 15% do rendimento mensal mínimo 600FF) obtido por metade da população. A Colômbia, que faz fronteira com o Brasil, é o principal produtor de heroína, mas os preços no Brasil são cinco a dez vezes maiores. Como resultado da Guerra às Drogas travada pelos Estados Unidos contra os principais países produtores de cocaína (Colômbia, Bolívia, Peru) nos anos 80, os últimos países começaram a exportar para outros países vizinhos além do Brasil, como a Argentina, Chile e Paraguai. A diferença entre as práticas dos usuários nos países desenvolvidos e em desenvolvimento é que os primeiros assumem a pureza, enquanto os últimos se misturam com outras substâncias, como o bicarbonato de sódio.
 Injetar cocaína produz efeitos semelhantes aos do crack, e há muitas consequências indesejáveis. Embora a dependência do crack ocorra mais rapidamente do que com outras drogas, a cocaína injetada produz efeitos ainda mais rápidos e leva a uma maior dependência, além de acarretar maiores riscos de transmissão do HIV e overdose. Um dos piores problemas é o desejo: a cocaína é injetada com muito mais frequência do que a heroína.

A mesma seringa é usada como regra pela mesma pessoa até 10 a 15 vezes. Não existem substitutos farmacêuticos reais para a cocaína. No entanto, testes foram realizados na Bolívia, nos quais a planta de cacau usada pelas comunidades indígenas foi substituída por cocaína. Tentativas estão sendo feitas para repetir este experimento em outros países. Os resultados de um experimento recente realizado na Universidade de São Paulo, no qual o crack foi substituído pela maconha, foram bastante surpreendentes.

 Foi relatado que 70% dos indivíduos testados mudaram de uma droga para outra dentro de um período de um a seis meses. Em vista desses resultados, aqueles que realizaram este experimento sugeriram que esse tratamento deveria ser adotado no âmbito da política de prevenção de danos.

* Entre em Contato.


* Nome


* Email


* Telefone


* Mensagem



Telefone clinica de recuperação

clinica de reabilitação, clinicas de reabilitação, clinica de recuperação, internação involuntária, clinica dependência química, clinicas de dependentes químicos, internação dependente químico, Tratamento de drogas, Tratamento involuntária, Clínica de recuperação em São Paulo SP, Desintoxicação de drogas, Tratamento de Dependência Química, Tratamento especializado para dependentes, clinica para recuperação de drogados, Clínica de recuperação para dependentes químicos, Tratamento para Dependentes de Drogas, Tratamento para Alcoolismo, Tratamento Feminino, Internação, Involuntária, clínica de recuperação feminina, Tratamento Feminino Especializado em Dependência Química, Tratamento Feminino Especializado em Alcoolismo, clínica de recuperação para dependentes químicos no interior de sp